sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

É suícidio

Farto
desse jogo de absurdos
preferi o absurdo real
ao jogo falso

A sensação de amasso na cavidade central do cérebro
com esmero ateu-se em uno com o coração
e o múltiplo que virou uno criou uma constelação
própria pra vingança e herança

Solto na vida faz o que quer
escravo da liberdade ou da prisão
onde haja paixão palpite
requinte da solidão em dias de chuva

Sopro da irritação causando uma receita
que constrói personalidades
e dilúi cestos de vontade
barracas de presença pisada

Alma penada
que ocorre ao mundo traz defunto
socorre o certo que quer o errado
traz do oculto sagrado o pecado
e do pecado o perdão

Solidão não
foge o rapazinho dela
foge tentando uma aquarela tentando a arte
qualquer pate que precise de inteligência
até perceber...

que a coragem fala mais alto que o mundo
que o coração é coração de vagabundo
e que a solidão já sofre por ele
em cima do edifício

Pula garoto sem hesitar
a coragem não tem hesitação como a inteligência
nem clemência,a coragem é urgência
penitência é suícidio

soma torta de casos de homícidio
tortos no nariz do defunto amassado no chão
tudo torto nas veias,matrizes,razão
casos da vida alheia

Nenhum comentário: