segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Absolut

Estruturei
estruturei um método
quer dizer
fiz uma espécie
ou estrutura similar

E aí
agi em cada uma delas
quer dizer
agimos e mudamos
em métodos diferentes
ou medos,ou manipulações
ou soluções

Quer dizer
viveram as canções que foram escritas e cantadas
e passadas na ação,contradição de diferenças
sentenças curtidas com respeito

O que uma garrafa de absolut não faz
em tais lugares
ressacas regulares
manchas,dores nos orgãos
e radares

Quer dizer
cadê a memória dos palmares
dos estudos de história
dos tempos em que derrotas eram derrotas
e problemas poliglotas?

Ou samba,ou funk
mancho sangue de padeiro
no terreiro,em salgueiro
carnaval
um carro vinho no varal

Um sonho louco no varal
o ponto fino,vendaval de idéias
francas batidas de corações amigos

Um comentário:

Taiyo Omura disse...

que liberdade!
que gostosa fatia de liberdade!
adoro gosto de liberdade na boca mental que lê as poesias na minha cabeça!
quanto mais liberdade
mais poesia!
boálvaro!