quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Sonata poesia

Triste fica a poesia virando sonata
mas a sonata poesia se torna
soma de dois universos próximos
som das letras,melodia triste

sona,tá,põe sia
põe Sia já na cama
Sia está com sono
e falou:me envergonho

Sia e sona,moram juntas
Sona tá na poesia
Sia põe uma sonata
pra tentar dormir sozinha

Triste fim
uma ironia
criada e filha
da mãe,que paga
o aluguel

São todas bem sozinhas
todas inhas em seus ãos
somos cada umazinha
com cada um do seu umzão

no meio quase sinto...
quase sinto uma valsinha
só não vejo tanta dança
porque aqui não tem
salão

é só um quarto escuro
sia,sona,o muro
escuridão mais sombria
eu,Sona e Sia

Nenhum comentário: