sábado, 24 de janeiro de 2009

Cantando,canto...

Canto a canção de cantar
seguindo sigo
caminhando
caminho

Sorrindo sorrio
fazendo faço
montando monto
passando repasso

o caminho das pedras
pedregulhando o caminho
caminhando nas pedras
pedreminhando o cadras
ou as pedrinho

Enlouquecendo enlouqueço
Esfarelando esfarelo
cozinhando cozinho
congelando congelo

brincando brinco
na poesia tento
poesiando poema
trazendo tudo a contento

cadeira cadeiro
mesa meso
televisão televiso
confessando confesso

Que minha vida é assim
que minha vida é algo aberto
aberto e livre pra ser
um livro claro e perpleto
de perfeição

Um comentário:

Rodrigo Brower disse...

A vida sempre como algo aberto..como o vir a ser..adoro isso! Essa é maravilha de vida...