terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Um filme poético

Estruturas poéticas pintadas em poemas
fazem um tema de um filme romântico
casas perdidas nos lances de escadas
trazem de volta o antigo século

Nuvens sorridentes,céu azul
tudo é blues,tudo é blues
estilos romanticos jazem no sul
deste,jazem no sudeste
neste este

verde,tudo verde
mata,sou da mata,sou macaco
sou animal da natureza
sou de aniz,sou de aniz
sou feliz

Um comentário:

Taiyo Omura disse...

foi feliz mesmo nessa poesia!