segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Poevida

Poevida
cinta liga
ou forma livre lida de viver

vida lida ou livre vida
liga a cinta pra fazer
esquentar o aço pra correr

na chapa do cerébro
onde a poesia anda
em que faço essa poesia

ou o coração
vítima da canção
do amar e do sofrer

Do andar e do viver
Poevida põe vida
poesia poevila

Vou morar na poevila
onde a poesia vive a andar livremente
a pôr vida a poetar

Um comentário:

Taiyo disse...

foda bicho!
vamo lá!
poevida neles!